terça-feira, 26 de outubro de 2010

(Foto retirada de meus arquivos pessoais)

O povo sonha com justiça,
Arregaça as mangas, derriça,
mas...
Sob a fronha amarga da cobiça,
A trapaça embarga, enrediça!

16 comentários:

  1. E a história, velha do princípio do tempo, vai-se repetindo até à exaustão...

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Oi , Erico !!!

    E assim prossegue ...



    BjO grande !

    :)

    ResponderExcluir
  3. Érico, querido, tens toda razão! rs

    Justiça que é bom, nada!
    Assim caminha a humanidade, né? mas será que suportaremos isso até quando?

    Adorei o poema! A imagem então... rs Perfeita!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Erico
    Em época de eleição no país o enredo é maior!
    há trapaça ... rs justica nada.
    há apreensão e como diz AC até a exaustão!

    abraços

    ResponderExcluir
  5. Boa noite, Erico

    Nunca vi quem falasse
    de trapaça
    com tanta graça

    rsrsrs

    Maneira criativa e sadia de desabafar. Parabéns!

    Abraços!
    Deus seja contigo.

    ResponderExcluir
  6. E assim caminha a humanidade como já diria Lulu Santos!!
    com carinho
    Hana

    ResponderExcluir
  7. Mas com começo e fim, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  8. Querido amigo Erico, é assim que percebo a massa ao meu redor também. Vejo pessoas sinceras, com louváveis intenções, mas no geral cada um age de acordo com sua própria agenda... Beijos, saudade daqui, estou tão enrolada! Obrigada pela paciência!! Deia

    ResponderExcluir
  9. Adorei sua versão atualizada do Neruda ... Rsrs
    :)


    BjO e um Dia Lindo , Erico!

    ResponderExcluir
  10. Gostei, da forma como poetisou a justiça, a velha justiça que muitas vezes não vemos o desenrolar... Um bom dia pra ti. Abraços
    Giovanna

    ResponderExcluir
  11. Perfeito.

    Obrigado pela sua companhia Érico.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  12. Creio que a justiça seja feita por todos,e invariável no tempo e espaço.
    E nesses novos tempos precisaremos de muita força para praticá-la.

    Abraços e até mais.


    PS:Os macaquinhos são lindos!!!

    ResponderExcluir
  13. Oiê!
    Adorei suas palavras.
    A justiça tarda, mas não falha!
    Beijos da Lady

    ResponderExcluir
  14. Bom dia , Erico !


    E seguimos sonhando com esperanças
    verdinhas ... :)

    BjO!

    ResponderExcluir
  15. Quanta verdade no seu verso. É uma pena que as pessoas não saibam viver sem querer o que elas não têm, esquecendo-se assim de todos os presentes que já receberam de Deus. Somos como crianças, que depois que ganham o tão sonhado brinquedo, esquecem-no e jogam-no numa gaveta...

    Beijo
    Samantha

    ResponderExcluir
  16. Interessante ponto de vista...
    e a vista de um ponto lhe rendou linda imagem!

    ResponderExcluir

LEVOU UMA PARTE DE MIM... AGORA, DEIXE UM POUCO DE VOCÊ!"
OBRIGADO PELA VISITA E COMENTÁRIO, UM GRANDE ABRAÇO!

ERICO :)