sexta-feira, 3 de junho de 2011

VENTO... VENTANIA


 Que vento que sopra agora!!
Aqui dentro ouço seu lamento...
Não ventava antes... Só lá fora!


Vento, que outrora não havia...
Ventava, mas num momento sumia!
Parece que geme, que chora!


Sinto que vira ventania...

21 comentários:

  1. Boas!

    Adoro este blogue

    Podes adicionar o meu aos teus links sff?

    http://davidjosepereira.blogspot.com/

    Obrigado :)

    ResponderExcluir
  2. amei sua visita,me sinto honrada!

    ahhhhh...esses ventos que viram ventania noa pegam muitas vezes de surpresas....haveremos de ter alguma coisa que nos protegerá dos ventos de surpresa que não esperamos....

    lindo demais seu poema....

    meu carinho....

    Zil

    ResponderExcluir
  3. Olá Erico,

    muito obrigada pela visita ao meu blog. Que belo post! Eu ouço muito de mim no vento que sopra ao entardecer nestes dias de outono...
    Te sigo,

    ResponderExcluir
  4. Olá Erico
    São as angustias que carregamos no peito, mas que por certo passarão como o vento.
    Bom fim de semana
    Bjux

    ResponderExcluir
  5. olá..
    vim agradecer a visita e palavras lá no Perfumes..
    conhecer por aqui..
    amei e já te sigo!
    beijos perfumados e bom findi..

    ResponderExcluir
  6. Q essa ventania
    se torne em calmaria
    e aqueça seu coração
    num mar de alegria!

    beijos e ótimo fds!


    Mariz

    ResponderExcluir
  7. Não se preocupe, depois da tempestade vem a bonança...

    Beijos,

    ResponderExcluir
  8. Oi Erico
    Os ventos que sopram aí sopram também aqui.Sempre trazem sentimentos guardados .
    Que a ventania só desmanche os cabelos.
    abraços

    ResponderExcluir
  9. Bom dia Érico...

    Talvez o que está virando uma ventania e começou só como um soprinho seja a saudade de algo que passou como o vento que está aumentando...

    Mas eu vim te deixar um beijo e te desejar uma semana maravilhosa e cheia de realizações, amor e felicidade...

    Ani

    ResponderExcluir
  10. Que lindo e ritmado teu escrito, querido!
    Venta lá fora e, por vezes, aqui dentro tb.
    Bjo e uma semana de ventos leves.

    ResponderExcluir
  11. Erico,


    Me parece que o vento embalou
    com primazia esses versos ...
    :)


    Bjo !

    ResponderExcluir
  12. Gosto da ventania, porque levanta as folhas, sacode a poeira, balança as plantas, desmancha os cabelos.. porque assim sentiremos a presença de sua companhia e não sentiremos quietos, ela vem num piscar e nos desarruma toda, assim teremos sempre algo para acertar... bjs no seu coração de poeta. Giovanna

    ResponderExcluir
  13. Erico, deixa ventar o vento em ventania...

    Lembrei de uma historia: Maria "Cata vento. Ela largou tudo, e foi viajar com o vento... poucos conseguem voar com o vento, é preciso acreditar... confiar...

    Abraços

    ResponderExcluir

  14. Boa tarde!
    "Mas os que esperam no senhor, renovarão as suas forças, subirão com asas como águias, correrão e não se cansarão, caminharão e não se fatigarão." (isaías 40:31)

    Desejo que seu fim de semana seja de paz!


    http://www.youtube.com/watch?v=Ir6rGNmjRiU

    Deus seja contigo.


    Blog Yehi Or!

    http://www.hajalluz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Érico,

    Mesmo as ventanias podem às vezes os trazerem boas coisas.

    Desejo-lhe um ótimo fim de domingo e uma semana abençoada.

    Deus seja contigo.
    Abraços!

    Wilson

    ResponderExcluir
  16. Olá Erico,
    também passando para uma releitura... eu gosto muito deste seu post.
    tenha uma ótima semana

    ResponderExcluir
  17. Muito bom!! Simples e que me levou a uma complexa tormenta de pensamentos memórias...

    []s

    ResponderExcluir
  18. Passando para te desejar uma noite de muita paz e que o dia que se aproxima seja de águas tranquilas...

    Um grande abraço, Erico

    Deus é contigo

    ResponderExcluir
  19. Vento...
    Que trás a tona a poesia.
    De um poeta maravilhoso.

    Beijinho Erico.
    Fernanda

    ResponderExcluir
  20. Vento, ventania, me leve para as bordas do céu
    Pois vou puxar as barbas de Deus
    Vento, ventania, me leve para onde nasce a chuva
    Pra lá de onde o vento faz a curva

    - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
    Quero juntar-me a você e carregar os balões pro mar
    Quero enrolar as pipas nos fios
    Mandar meus beijos pelo ar

    - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
    Quero mover as pás dos moinhos
    E abrandar o calor do sol
    Quero emaranhar o cabelo da menina
    Mandar meus beijos pelo ar

    - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
    Biquini Cavadão

    Um grande abraço de Aparecida

    ResponderExcluir

LEVOU UMA PARTE DE MIM... AGORA, DEIXE UM POUCO DE VOCÊ!"
OBRIGADO PELA VISITA E COMENTÁRIO, UM GRANDE ABRAÇO!

ERICO :)